04/01/2012 13:50

Casa própria: quando o sonho se transforma em pesadelo!

O sonho de toda pessoa é ter privacidade. Um espaço que seja todo seu. Um lugar onde ninguém dê palpites, opiniões e se lance a dizer como deva ser isto ou aquilo.

Mais do que isto: ninguém quer lembrar da possibilidade de abrir a porta e dar de cara com um sujeito dizendo para você que precisa do lugar do que você está morando. Ou ainda, ficar todo mês se martirizando quanto ao que cortar para honrar o pagamento do aluguel do lugar onde se mora...

Aluguel é pagamento prioritário. Vai definir nossa tranquilidade. Vai definir nossas preocupações e incertezas...

Deixar de pagá-lo é o sonho de toda pessoa. Esta "libertação" é algo indescritível e sujeita-se à qualquer coisa para conquistá-la.

Materializar o sonho de ter uma casa própria é o desejo de todos que não a tem. Sonhos acalentados muitas vezes por longos e sofridos anos. Sonhos que muitos não conseguirão transformar em realidade.

Então, pensando-se no quanto se é "iluminado" digamos assim, por se conseguir conquistar e materializar tão acalentado sonho é cruel constatarmos que muitas vezes ele acaba se transformando em pesadelos. E pesadelos daqueles dignos de filme de terror. Daqueles bem macabros...

Isto pelo simples fato, de se deixar para trás a atenção e o cuidados exigidos pelos "papéis".

É difícil entender e assimilar mas, em uma casa o que é importante primeiramente são os seus papéis, depois o detalhe de sua localização, acomodação, acabamento, conforto, etc... etc...

Nos dias de hoje, com a eficaz participação e controle dos órgãos de fiscalização (CRECI) existe uma atuação séria e responsável do mercado. Portanto as pessoas realizam suas transações de compra e venda com segurança, eficiência e dentro de todos os trâmites legais exigidos.

Então porque uma casa se transforma em pesadelo? Simples a resposta: - porque documentos que são deixados para registro ou correção no estilo "depois eu faço" certamente se transformarão em problemas, prejuízos e estresse para muitos. Diga-se de passagem, desnecessariamente.

Quando se pensa em adquirir um imóvel, não se pode pensar apenas no valor da entrada, das parcelas mensais, das despesas de manutenção, dos impostos e tudo o que ser dono dele carrega mas, deve-se prioritamente pensar em quanto eu terei de gastar para que os documentos deste imóvel estejam sempre corretos.

Ninguém pode alegar ignorância do que se deve fazer para ter documentos de imóveis em ordem. Todos nós sabemos que existem procedimentos legais que precisam e devem ser realizados. O que nós muitas vezes não queremos é "gastar" o dinheiro que se necessita para tais atos. 

Não cabe e não vale como desculpa dizer que não se tinha o dinheiro para realizar este ou aquele registro. Não cabe e não vale como desculpa dizer que não sabia que era necessário realizar este ou aquel registro. Não existe ignorância quando se trata de algo tão difícil de ser adquirido. Algo que não se compra à todo instante ou á toda hora. Algo que inúmeras pessoas jamais conseguirão comprar ao longo de suas vidas...

Então, casa própria tem que ser pensado primeiro como importante como papel. O resto são detalhes adicionais que compõem e materializam o sonho.

Então, se temos o privilégio de fazer parte dos "poucos" indivíduos capazes de comprar um imóvel próprio é nosso dever e obrigação honrar e cuidar para que os papéis deste imóvel seja a concretização da benção que ele é para nós.

Somente pessoas egoístas, desumanas e extremamente apegadas às coisas materiais negligenciam documentos de imóveis.

 

—————

Voltar


Contato

Herancatijolos

São Paulo SP Brasil
Rua Frei Gaspar, 474/476 Moóca


(11) 28347330