31/01/2011 18:11

Bestial e bestialidade

 Nosso objetivo é sempre transformar mal em bem. Maldição em benção...

Não será diferente hoje, apesar do filho e da neta de Rubens Fragoso de Souza, falecido em Santos no dia 12 de Janeiro de 2011, terem sido privados da oportunidade de ver pela última vez, acariciar pela última vez, beijar pela última vez, afagar pela última vez ainda que sem vida fosse...

É difícil acreditar que uma pessoa seja capaz de dizer à outra, que não havia nenhuma forma para comunicar ao filho que o pai falecera. É difícil imaginar como alguém nos dias de hoje, numa distância de 70km, com todos os recursos de comunicação que existem, alegue que não teve meios de se comunicar.

Nós estamos falando dos mais baixos sentimentos que pode mover uma pessoa. Mais doloroso ainda é imaginar que quatro pessoas tenham se unido deliberadamente para privar o filho e a neta de verem o pai e o avô...

Imagine dezessete dias depois, isto mesmo, dezessete dias depois é que se "achou um tempinho" para telefonar e contar este pequeno detalhe já ocorrido...

Como se fosse uma notícia simples daquelas tipo seu pai fez uma viagem, seu pai comprou um carro novo, seu pai vou dar uma voltinha na praia...

Básica notícia para ser dada dezessete dias depois.

Heranças e tijolos fazem isto em pessoas. Heranças e tijolos levam pessoas a agirem de forma bestial...

Por toda bestialidade do ato, nosso carinho e afeto ao filho e à neta de Rubens Fragoso de Souza.

Nossa certeza e convicção que eles saberão encontrar serenidade e paz nos seus corações e, mais do que isto pela generosidade que é característica de ambos encontrarão caminhos para crescerem mais e mais como seres humanos. 

Com relação às quatro mulheres que decidiram privar o filho e a neta de participar da morte do pai e avô nossa compaixão...

Ao senhor Rubens Fragoso de Souza nossa saudade e orações!

—————

Voltar


Contato

Herancatijolos

São Paulo SP Brasil
Rua Frei Gaspar, 474/476 Moóca


(11) 28347330